quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Gripado e Exausta

Os sintomas começaram ontem bem de leve, tão leve que eu nem havia reparado, estava muito atento assistindo "Heroes" com minha mãe. Só me dei conta quando fui deitar na cama, foi terrível, o mundo desabou, o nariz escorrendo e entupido não me deixavam dormir, não tive dúvidas:é gripe! argh!
Estava tão mal que acordei minha mãe com o assoar do meu nariz (se bem que ela tem sono leve). Nunca concordamos em nada então discutimos qual seria o motivo da gripe, eu acredito que foi o ar-condicionado do carro junto com o sorvete de milho que tomei naquele dia, ela diz que peguei no final de semana que fiquei fora de casa dois dias inteiros com o pessoal do BrGr.
De qualquer forma discutir não resolveria nada e eu estava preocupado com a FUVEST que é neste domingo xD - como sou zicado. Tenho que melhorar antes que o vestibular chegue, por isso saí de casa 1 hora da madrugada desesperado, fui até a farmácia comprar remédios, cheguei lá e vi algumas marcas e a composição deles. Minha mãe acabou indu junto mesmo eu dizendo que não prescisava e que ela poderia descansar em casa. Acabei levando o Naldecon e tomei ele sem água no caminho de volta para casa (ruim que são duas pílulas por vez).
Em casa convenci minha mãe de que prescisava dormir sozinho no quarto menor para não passar a gripe para o Érico, meu irmão que também vai prestar vestibular no domingo. Depois que deitei só consegui sair da cama umas 4 horas da tarde, mais 1 dia perdido por causa da gripe. Quase não fui para o cursinho com medo de piorar ou de passar a gripe para a Lu mas a saudade era grande e por isso fiz um pouco de força para ir.
Poxa! Destino cruel esse! comecei o namoro dia 17 e mal consegui vê-la direito esses dias por causa dos estudos e os feriados e eu não iria perder a oportunidade de encontrá-la hoje.
No Etapa, espero ela, toca o primeiro sinal, "talvez ela se atrase", espero mais um pouco fora da sala, toca o sinal de tolerância, o coração aperta, o Fábio chega, só então resolvo mandar uma msg:"Vc vem pro Etapa? tou com saudades... queria t ver..." e recebo uma msg:"To ind to no onibus. Essa jossa demora! To chegand...", achei engraçado a resposta e fiquei mais aliviado, sorri e mostrei pro Fabio a msg.
Toca o sinal do intervalo, olho para trás e vejo-a sentada ao lado do Leandro, penso "Nossa! desde quando eles estavam ai que eu não percebi eles chegando?". Descubro que eles haviam rodado um bocado pela cidade a procura de trabalho. Dó deles. Dia difícil. Dava para ver a cara de abatimento deles. Tento conforta-la o máximo que pude já que ela estava muito cansada e mal conseguia prestar atenção na aula.
Ela é muito forte e por isso carrega sobre seus ombros muitas responsabilidades. Esta é a maior qualidade dela e eu admiro-a mas é, ao mesmo tempo, o maior defeito dela. Dizem que a dor nos fortalece mas tenho certeza de que essa mesma dor nos torna bruto e esmigalha nossos corações. Com certeza ela não é bruta, ela é muito sensível e por isso guarda os sentimentos para si. Meu desejo é que um dia ela não prescise carregar tantas dores e assim possa levar consigo um pouco de felicidade.

Nenhum comentário: